Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

menteconspiradora

Aniversário de um otário

Sim eu, o otário do costume é triste mas é verdade, 30 anos de vida passados, 30 anos de uma vida desperdiçada, como é possível que seja permitido a alguém viver tanto tempo sem fazer nada de jeito?

30 anos de vida sem um único objectivo comprido, não sou pai, não escrevi um livro e se plantei uma árvore já nem me lembro, mas de todos o plantar a árvore é o mais razoável e de fácil acesso, é que para os outros dois precisamos da ajuda de terceiros, no caso do livro de um editor pronto a publicar 150 páginas de entulho, vulgo “merda”, e o do fazer um filho, bem preciso de uma mulher que esteja com vontade de pôr outra vergonha como eu à face da terra.

É que em 30 anos de vida e 30 anos são qualquer coisa como 10950 dias mais bissextos e aposto que nem 30 dias devo ter vivido realmente, é triste eu sei, mas é a verdade.

Até hoje sempre me perguntei o que teriam todos os outros mais ou menos do que eu, a resposta apurada sempre fora, tudo, todos têm tudo a mais do que eu, porquê? Porque assim tem de ser, afinal de contas sempre fui um nabo em tudo, passei a escola o mais rápido que pude, bastavam 3’s ao princípio, depois bastavam 10’s e finalmente não bastava mais nada pois estava acabado, faculdade? O que é isso, nunca fora para mim, mais escola, para quê?

Arrependo-me? Não, de nada, fui o homem dos sete ou mais ofícios, desde a trabalhar numa tipografia, a fazer ainda hoje não sei o quê, depois numa latoaria, pois o que é isso, muitos não sabem escusam de puxar pela cabeça só digo que mete trabalhar com alumínio, depois, bem depois escritórios da Feist, assim também não vão lá mas eles eram os donos da adidas e assim vocês já chegam lá, mais um périplo pelo desemprego e EXPO98, aonde? No Teatro Camões, durou pouco mas foi porreiro, a seguir, bem a seguir montei palcos para uma diva do pimba português, o que vale é que durou pouco tempo e pude poupar os meus pobres ouvidos, apesar de cantar em playback, nem assim se safava, mas à que ganhar a vida e por isso acabei enfiado 3 anos numa loja de decoração, logo eu, o gajo com mais mal gosto ao cimo da terra, mas foi onde cai de pára-quedas. Quando sai de lá devido a uma divergência que contarei mais à frente, fui parar aos maiores intrujas ao cimo da terra, uma empresa que existe, (espero que não exista já), simplesmente para enganar, não vou dizer o nome mas posso dizer que começa com Tele e acaba com lista, finalmente hoje dou comigo ainda no mesmo sitio para onde entrei à quase dois anos na PT, sim riam não é mentira nenhuma.

Mas isso não é nada é só o que fiz, honestamente podem dizer, da-se mas até tens uma vida fixe, porque é que te queixas?

Queixo-me apenas de não ter comprido o meu projecto de vida, o de ser pai, o de poder trazer ao mundo aquilo que mais amo, as crianças, “não levem isso para um amar no sentido Carlos Cruz ou Bibi”, Adorava poder ser pai, e como as amo, às crianças, quis que tivessem uma boa mãe e por isso tenho procurado e achei essa boa mãe, até mais do que uma vez, mas de todas elas me lixei, como disse há pouco um emprego de 3 anos foi ao ar por uma mulher, pois ela era casada e tinha um filho mas fez uma coisa que não devia ter feito, deu-me esperanças de que podia ser possível, deu-me e muitas e depois foi no que deu, demorei mais de um ano a tentar voltar a gostar de alguém e quando isso aconteceu, aconteceu o mesmo, desta vez esta não tinha filhos, não era casada e até há bem pouco tempo era bastante descomprometida e hoje? Hoje é comprometida e infelizmente não é comigo, e nisso sim sempre tive um azar do caraças, estou amaldiçoado, só pode, de que outra maneira estaria alguém sempre a apaixonar-se por alguém que se sabe logo desde o primeiro dia que não passa de uma miragem?

Bem, mesmo assim são 30 anos, pelas minhas contas tenho mais 20 pela minha frente, pode ser que a partir de hoje as coisas finalmente mudem!

Ou então não, que se lixe antes só que mal acompanhado!

Até daqui a 20 anos quando direi se algo foi diferente ou não!

Like

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

blogsportugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D